Trio de Guitarra Baiana agita o Largo do Pelourinho no segundo dia de folia

Trio da Guitarra Baiana

Foto: Sidney Rocharte/Ousar

Representante da nova geração da Guitarra Baiana, Julio Caldas, e seus convidados – os guitarristas Marcelo Novaes (PE) e Jonathal Raphael (CE) cumpriram o prometido e “fritaram suas guitarras baianas no azeite de dendê” quando subiram ao palco principal do Carnaval do Pelô no começo da noite de sábado.

Trazendo um trocadilho entre o Trio Elétrico e Trio de Guitarras Baianas, o projeto Trio Guitarra Baiana, que foi  idealizado por Júlio Caldas, se apresenta na festa momesca na sua quinta edição homenageando os 73 anos de criação da Guitarra Elétrica. Para Julio, a Guitarra Baiana contribui para uma aproximação do grande público à música instrumental que é quase inacessível. “A Guitarra Baiana é um instrumento que sempre esteve presente na vida do baiano através das mãos de Armando, da família Macedo, e outros músicos. Eu acho que a continuidade dessa tradição é importante, especialmente por trazer a musica instrumental para um ambiente pop, autoral com letra, o que contribui para uma aproximação do grande público a esse gênero”, explica Júlio.

Durante o show, o público vibrou ao ouvir releituras de clássicos da historia da Guitarra Baiana e dos Frevos, como Zanzibar (A cor do Som),Vida Boa (Armandinho E Fausto Nilo) e Frevo Dobrado (Aroldo Macedo), além de canções autorais do CD Blues ,Baiões e Psicodelia (Julio Caldas) e composições de seus convidados . “A Guitarra Baiana para mim é o melhor da música carnavalesca. É a parte mais rica culturalmente, mais forte, de melhor qualidade, de raiz, e a que mais caracteriza o carnaval baiano”, opinou a foliã Manuela Cerqueira durante o show.

CARNAVAL DA CULTURA

O Carnaval da Cultura 2016 é o carnaval da democracia e da diversidade, que leva para as ruas, durante todos os dias e circuitos da folia, a mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de diferentes artistas, grupos e entidades culturais da Bahia. São centenas de atrações e shows gratuitos de afoxé, samba, reggae, axé, pop, MPB, fanfarras e muito mais. É diversão garantida para todos os gostos e estilos no espaço público da rua para alegria do folião. O Carnaval da Cultura – uma realização da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – está organizado a partir de quatro programas: Carnaval do Pelô, Carnaval Ouro Negro, Carnaval Pipoca e Outros Carnavais.

Fonte: http://www.cultura.ba.gov.br

Deixe seu comentário

Próxima PublicaçãoTalento de 13 anos toca guitarra baiana no trio com Armandinho